terça-feira, 25 de setembro de 2018

Programação especial para celebrar o Outubro Rosa

Com o objetivo de conscientizar sobre o câncer de mama, a Fundação irá promover um dia inteiro de atividades e palestras 
Até o final deste ano, cerca de 60 mil brasileiras terão suas vidas transformadas pelo câncer de mama. Para evitar que esse número cresça, é preciso conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença. E, mais do que isso, despertar a empatia em relação às mulheres que enfrentam todas as fases da enfermidade. Por isso, a Fundação do Câncer realiza no próximo mês a campanha Outubro + que Rosa – uma ação que inclui parcerias com vários profissionais e empresas, além de um evento gratuito no Hospital da Fundação do Câncer, no dia 18 de outubro, das 9h às 15h.
A programação inclui palestras e atividades relacionadas ao câncer de mama. A equipe do Hospital e profissionais convidados vão esclarecer dúvidas sobre inovações médicas relacionadas ao tratamento e diagnóstico, aspectos jurídicos relacionados aos direitos de pacientes com câncer e sexualidade da mulher durante e após o tratamento da doença. Durante o evento, o público será convidado a participar de forma prática no preparo de receitas recomendadas para pacientes oncológicos, guiadas por nutricionistas da Unidade, e dicas de automaquiagem com a make up artist Ju Rocha.
Durante o mês de outubro, a Fundação também irá realizar uma ação de mobilização em parceria com lojistas do Shopping Tijuca, no Rio de Janeiro. As lojas participantes terão um item com a tag “Outubro +que Rosa”, com percentual das vendas revertido em doações para a Instituição. Em São Paulo, a parceria será com a Meia de Seda, rede de lojas especializada em roupa íntima que também conta com vendas on-line. Serão revertidos 10% do valor de cada kaftan vendida em doações para a Fundação do Câncer. Alguns modelos da peça ainda serão doados para pacientes em tratamento no Hospital Fundação do Câncer.
A rede de óticas Qualióticas e o Grupo HCT (Plataforma de cursos EAD para profissionais da área de Engenharia e Arquitetura) também terão participação de produtos e serviços, com parte da venda revertida como doação para a instituição. O material da campanha poderá ser visto, ainda, na Ponte Rio-Niterói, com apoio da concessionária Ecoponte.
A ideia dessa série de iniciativas, segundo o Diretor Executivo da Fundação do Câncer, Luiz Augusto Maltoni Jr., é sensibilizar a sociedade pela causa, independentemente do gênero. “Ainda que a doença faça parte principalmente do universo feminino, diz respeito a todos: serão mães, irmãs, filhas, esposas e amigas que poderão receber o difícil diagnóstico”, afirma.


Fonte: https://www.cancer.org.br

UERN concederá título de Professor Honoris Causa ao bispo Dom Mariano Manzana na próxima sexta-feira

O presidente do Conselho Universitário da UERN (CONSUNI), reitor Pedro Fernandes Ribeiro Neto, por meio de Ad Referendum, outorgou os títulos honoríficos, título de professor emérito e diploma do mérito administrativo que serão concedidos durante a Assembleia Universitária de 50 anos da UERN.
Entre os homenageados está o bispo diocesano Dom Mariano Manzana, que será agraciado com o título de Professor Honoris Causa na próxima sexta-feira, 28, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado,em Mossoró- RN.“A UERN passou por um momento difícil e a Diocese de Santa Luzia foi uma das vozes que saiu em sua defesa. Agradecemos esse apoio e estamos muito felizes em conceder esse título”, afirmou Pedro Fernandes.
O bispo Dom Mariano ressaltou a importância da UERN e agradeceu a homenagem: “Sinto que esse gesto estreita ainda mais as ligações da Igreja com o mundo acadêmico. Muitos de nossos padres foram professores, alguns continuam sendo e temos muitos seminaristas alunos da UERN. Essa homenagem é uma honra para a Diocese. É importante continuar essa parceria e destacar a importância que a educação tem na formação completa de uma pessoa. Agradeço muito e irei comprometer-me ainda mais com a Universidade”, ressaltou Dom Mariano.
Fonte: UERN.
As homenagens, com exceção do título de Doutor Honoris Causa, serão entregues no dia 28 de setembro, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, com a tradicional Assembleia Universitária.
A concessão dos títulos por Ad Referendum se fez necessária devido à ausência de quórum qualificado em duas reuniões do CONSUNI. Além disso, com o recesso acadêmico, não havia tempo hábil para realizar nova reunião e fazer os devidos encaminhamentos para a assembleia de 50 anos da UERN.
Homenageados:
Doutor Honoris Causa –Boaventura de Sousa Santos
Professor Honoris Causa – Bispo Dom Mariano Manzana
Professor Emérito: Lúcia Musmeé Pedrosa de Lima Rangel
Diploma de Mérito Administrativo: Maria da Paz Medeiros Escrito por: Valéria BulcãoDom Mariano Manzana será agraciado com o título de Professor Honoris Causa (Foto: Rodrigo Oliveira)

Instituto do Bem realiza ações de conscientização pela doação de órgãos nos principais shoppings de Natal

O Instituto do Bem (iBEM) estará nos principais shoppings de Natal, entre quinta (27) e domingo (30), com ações pela conscientização e esclarecimento da população a respeito de doação de órgãos e realização de transplantes. A iniciativa marca a última semana da campanha Setembro Verde, realizada em todo o país. No dia 27 de setembro, celebra-se o dia nacional da doação de órgãos.

As ações serão realizadas no Midway Mall e no Natal Shopping. Será distribuída a “carteirinha do doador”, que tem efeito simbólico, e ainda folders explicativos. Serão oferecidas também ações de saúde, como verificação da pressão arterial e glicemia. No Midway, o estande do Instituto do Bem ficará localizado ao lado do Café São Braz (em frente à livraria Saraiva), no terceiro piso; e no Natal Shopping, estará no piso superior, ao lado da cafeteria Mercatto (em frente à loja iTown).

Também na quinta-feira será lançada uma campanha nas redes sociais, para que os internautas declarem, em seus perfis, que são doadores de órgãos. As orientações para aderir à campanha nas mídias digitais estarão disponíveis no dia 27, nos perfis @institutodobem no Instagram, Facebook e Twitter.

Durante todo o mês, o Instituto do Bem vem promovendo ainda uma campanha de sensibilização sobre a importância de doar, em parceria com veículos de comunicação.

A campanha apresenta histórias reais de pessoas que receberam órgãos, para destacar o valor não somente da doação, mas de declarar-se doador, tendo como tema “A melhor coisa que alguém pode herdar de você é uma nova vida”.

A presidente do Instituto do Bem, Raquel Macedo, explica que o iBEM intensifica as ações de conscientização durante o Setembro Verde, para levar à população a mensagem sobre “o quão generoso e importante é esse ato de doar, e mais importante ainda, de comunicar às suas famílias a intenção de doar”.

Ela explica que a carteirinha de doador que será distribuída nas ações não tem efeito jurídico, mas é importante para informar a parentes e amigos próximos sobre o desejo de ser doador. Com a mudança da legislação, não é mais permitido declarar-se doador na carteira de identidade. “A legislação atual remete a decisão à família, então se torna ainda mais importante que as pessoas declarem o seu desejo de serem doadores às suas famílias, pois são elas que vão decidir”, explica.

Serviço:

O que?

Ações de conscientização sobre a importância da doação de órgãos, promovidas pelo Instituto do Bem.

Quando?

Com início no dia 27 de setembro, quinta-feira, Dia Nacional da Doação de Órgãos, permanecendo até o dia 30 de setembro.

Onde?

Em estandes no Natal Shopping e no Midway Mall.

Saiba mais sobre o Instituto do Bem:

O Instituto do Bem foi criado em setembro de 2011 com o propósito de melhorar a qualidade de vida de pacientes com doenças crônicas, por meio de assistência multidisciplinar à saúde e programas de conscientização, promovendo a cultura da doação e transplante de órgãos e viabilizando transplantes. A instituição realiza atendimento multidisciplinar, contemplando ações nas áreas de medicina, odontologia, fonoaudiologia, farmácia, enfermagem, nutrição, psicologia, serviço social, fisioterapia, educação física, estética e assistência jurídica. Além disso, atua na conscientização quanto à doação de órgãos e no incentivo à pesquisa científica na área de transplante de órgãos.

O projeto PROTransplante, do Instituto do Bem, foi reconhecido pelo prêmio internacional “Here for Good – Global Corporate Social Responsibility Iniciatives”, da Laureate International Universities, na edição 2013, como uma das três melhores iniciativas de responsabilidade social, dentre os projetos sociais apresentados pelas unidades da Laureate International Universities no mundo.

Desde 2013, quando teve início o programa Protransplante, até junho de 2018, foram realizados 346 transplantes renais no Rio Grande do Norte. Desse total, 173 de pacientes foram preparados pelo Instituto do Bem, ou seja, 50%. No entanto, se considerado somente o ano de 2017, o Instituto do Bem preparou 70% dos pacientes que foram transplantados no RN, o que aponta para uma ação crescente da instituição junto aos pacientes.

Assessoria de Comunicação do Instituto do Bem
Juliska Azevedo – (84) 99407-2677

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Tratamento certo, na dose certa

Conheça o trabalho dos farmacêuticos do Hospital Fundação do Câncer e sua importância para um tratamento bem-sucedido 
Equipe de Farmacêuticos do Hospital Fundação do Câncer
Em 25 de setembro comemorou-se o Dia Internacional do Farmacêutico. No Hospital Fundação do Câncer, os farmacêuticos são essenciais para o sucesso do tratamento de nossos pacientes – tanto os assistidos no período de internação como aqueles acompanhados ambulatorialmente em quimioterapia. “Trabalhamos 24 horas por dia para que os pacientes recebam o medicamento certo, na dose certa, na hora certa e na via certa”, diz Luciana Bergsten, responsável pela farmácia da Unidade.
Equipe de Farmacêuticos durante a manipulação de quimioterápicos no Hospital
A equipe, composta por seis farmacêuticos, acompanha os pacientes em diversos momentos. “No processo de admissão, por exemplo, é realizada a reconciliação medicamentosa e, nesta etapa, buscamos compreender o histórico de tratamento deste paciente”, conta Luciana. A área também é responsável pela validação de prescrições e protocolos clínicos e, ainda, pela manipulação dos medicamentos, como as bolsas de quimioterapia, em uma área específica para isso.

No momento da alta, a equipe agrega orientações sobre uso e descarte correto de medicamentos. O carinho de pacientes e familiares é sentido em cada contato. “Sempre somos muito bem recebidos e todos se sentem gratos pela maneira como conduzimos o trabalho”, comenta Luciana.

Segundo ela, há dois grandes diferenciais no atendimento da farmácia do Hospital. O primeiro é a manipulação dos medicamentos na própria Unidade, utilizando as Boas Práticas de Manipulação – em geral, os hospitais costumam terceirizar esse serviço. Outro ponto é o comprometimento de toda a equipe com a segurança do paciente nas variadas fases da assistência, desde a admissão até a alta. “Buscamos a garantia de processos mais seguros e, assim, ajudar ao máximo o paciente durante seu tratamento”, acrescenta Luciana.


*Fonte: https://www.cancer.org.br 

Doação de medula: por que você precisa atualizar seu cadastro

Entenda a importância dessa medida e como ela ajuda a equipe do Redome a encontrar rapidamente um doador para quem precisa
Imagine que você seja um paciente que necessita de um transplante de medula óssea e precisa, urgentemente, identificar um doador compatível. Se esse doador não existe dentro de sua família, é preciso buscá-lo no Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea), um banco público que hoje reúne mais de 4,7 milhões de pessoas e é o terceiro maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da Alemanha. Esta busca é feita simultaneamente no exterior, já que o Redome possui conexão com os registros de outros países.

O Redome tem a gestão operacional da Fundação do Câncer e a coordenação técnica do Instituto Nacional de Câncer (Inca). O Registro conta com uma equipe dedicada a realizar todas as etapas de busca por doadores, nacional e internacional. Além disso, também é responsável por toda a logística necessária para a realização do transplante – exames, transporte até o local de coleta das células, passagem, hospedagem, alimentação, contato com o hemocentro, tudo sem custo para os doadores e acompanhantes.

Mas, para que o transplante aconteça, é imprescindível que o cadastro dos doadores esteja sempre atualizado. Caso contrário, o doador não é encontrado e o processo de busca de um doador pode demorar mais do que o previsto. “A grande missão, aqui, é a de salvar vidas. É um trabalho muito bonito, que precisa do comprometimento dos voluntários em estarem disponíveis quando surge uma oportunidade”, comenta Fernanda Araújo, Analista de Relacionamento.

Atualmente, há cerca de 850 pacientes em busca de um doador compatível para realizar o transplante. Com a ajuda do Redome, a chance de identificar um doador compatível no Brasil, na fase preliminar de busca, é de 80%. “Se o doador não é encontrado ou está em outro país, importamos a medula. Se é o paciente que está fora do país, exportamos”, explica Juliana Fernandes Cardoso, Analista Líder de Busca de Doadores. Ela conta que, em alguns casos, doadores e pacientes acabaram se conhecendo após o transplante. “É muito bom trabalhar com isso. Todos os dias, temos uma motivação para fazer acontecer”, diz.


Como funciona?

  • O banco de dados do Redome guarda todos os dados dos voluntários cadastrados, incluindo resultados de exames e características genéticas de forma confidencial.
  • Quando os possíveis doadores são identificados, o Redome entra em contato com eles para confirmar sua vontade e disponibilidade de fazer a doação.
  • Em seguida, o médico do paciente que está em busca de um doador é informado e, junto com a equipe do Redome, analisa as melhores possibilidades e dá início à seleção.
  • Os doadores são convidados a realizar testes genéticos confirmatórios e avaliação clínica. O transplante só acontece quando há de 90% a 100% de compatibilidade e o doador se encontra em bom estado de saúde.
  • A retirada das células para doação é feita em um hospital habilitado. Após o procedimento, as células são encaminhadas ao centro onde será feito o transplante.

Como atualizar seu cadastro
Sempre que houver alteração de qualquer dado, como endereço ou telefone, é necessário informá-la pelo site ou pelos telefones do Redome – (21) 2505-5656/ 2505-5639 / 2505-5638 –, ou por meio do hemocentro onde foi feito o cadastro.


*Fonte: https://www.cancer.org.br/

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

IFRN: Campus Apodi promove a 3º edição do Setembro Amarelo

13/09/2018 - As ações alusivas a data acontecem nos dias 18,19 e 20 deste mês
O Campus Apodi do IFRN promove a 3ª edição do Setembro Amarelo. O evento norteado pelo tema “Saúde emocional: Sobre o que estamos falando?” é realizado pela Coordenação de Assistência Estudantil (COAES) em parceria com a Programa de Qualidade de Vida no trabalho e acontece nos dias 18,19 e 20 de setembro.
A campanha do Setembro Amarelo tem como objetivo informar e conscientizar as pessoas sobre o suicídio, através de palestras, cinema educativo e bate papo. Nesta edição, a comunidade acadêmica poderá contribuir de forma interativa enviando sua pergunta para os profissionais que coordenarão as palestras e bate-papos, através do link abaixo:

FORMULÁRIO ELETRÔNICO PARA ENVIO DE PERGUNTAS

O que o Setembro Amarelo?

O Setembro Amarelo foi uma campanha criada com o objetivo de informar e conscientizar as pessoas sobre o suicídio. Geralmente, a pessoa com ideias suicidas tem seu comportamento motivado pela existência de alguma doença psíquica, como a Depressão. A campanha teve início em 2014, com um movimento internacional, marcado pelo dia 10 de setembro como dia internacional de prevenção ao suicídio. No Brasil, teve início em 2015, através da mobilização do CVV, da Associação Brasileira de Psquiatria (ABP) e do Conselho Federal de Medicina (CFM). A cor tem o intuito de chamar a atenção para o fenômeno, já que com o aumento passou a ser uma questão de saúde pública. A melhor forma de prevenção são diálogo e discussões que abordem o tema.

Como buscar ajuda?

​A ajuda pode ser oferecida por pessoas dispostas a acolher quem está em situação de sofrimento psíquico e encaminhar para um serviço especializado em Saúde Mental. Há ainda o atendimento prestado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), que é uma ONG que atua no campo da prevenção ao suicídio. O número do CVV é o 188 e a ligação é sigilosa e gratuita.

Programação:

Terça-feira (18 de setembro)
Palestra: Conversando sobre ética e comportamento - Profº Adan Jonh
Horários: Manhã (10h30) e Tarde (14h50)
Quarta-feira (19 de setembro)
CinEmoção - Sessão de cinema - Filme Divertidamente
Seções: Manhã (8h50) Tarde (13h)
Quinta-feira (20 de setembro)
Bate-papo: E sua saúde emocional como está? - Conversa com o Dr. Frankswell Soares
Horários: Manhã (10h30) e Tarde(14h50)

terça-feira, 18 de setembro de 2018

O GASPEC LAMENTA O FALECIMENTO DE MARIA LENILDA!

Maria Lenilda de Almeida faleceu hoje, 18 de setembro de 2018. O GASPEC lamenta e se solidariza com a família, que sofre com a perda irreparável.
Maria Lenilda, era uma pessoa muito conhecida e querida na Chapada do Apodi, foi diretora da Escola Municipal Francisco Targino, de Soledade, trabalhou muito tempo no PDA Santa Cruz e foi mais uma vítima do câncer no nosso município.
A vida tem vários mistérios, e o maior deles é a morte. Nunca poderemos entender o porquê de um ente amado ter que partir. A dor que sentimos é imensurável. Nestas horas não há nenhuma palavra que possa ser dita que seja capaz de confortar os nossos corações. Tudo parece perder o sentido e ficar pequeno diante de tamanho sofrimento.
A única coisa que nós, amigos e familiares, podemos fazer é nos colocarmos à disposição para ouvir no momento em que quiserem falar, e oferecer os nossos ombros e coração amigo para apoiar vocês.
Lenilda, descanse em paz!

INTEGRANTES DO GASPEC PARTICIPARAM DA FESTA DE CORAÇÃO DE JESUS EM UMARIZAL-RN

Na tarde de domingo, 16 de setembro de 2018 uma vários integrantes do GASPEC se deslocaram de Apodi até a cidade de Umarizal-RN, onde o Padre Maciel é pároco e coordenava a Festa do padroeiro "Coração de Jesus".
Para todos que participaram dos festejos de Coração de Jesus, foi uma honra rever o Padre Maciel, que atuou na Paróquia de Apodi e que eram também integrante do GASPEC.

domingo, 16 de setembro de 2018

TJ SOM E CARAVANA DA ALEGRIA CONTEMPLANDO O GASPEC!!!

Parceria TJ e GASPEC !!! Ao lado dessa guerreira Ideuza Gurgel. A caravana da alegria contemplando com cestas para os amigos oncológicos dessa linda instituição. Deus disse : Faça sua parte que te ajudarei... DEUS NO COMANDO SEMPRE!!!

TENHA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL!

A alimentação e a nutrição inadequadas são classificadas como a segunda causa de câncer que pode ser prevenida. São responsáveis por até 20% dos casos de câncer nos países em desenvolvimento, como o Brasil, e por aproximadamente 35% das mortes pela doença.

Uma alimentação rica em frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e pobre em alimentos ultraprocessados, como aqueles prontos para consumo ou prontos para aquecer e bebidas açucaradas, podem prevenir de 3 a 4 milhões de casos novos de câncer a cada ano no mundo.

Caso a população adotasse uma alimentação saudável e a prática regular de atividade física, mantendo o peso corporal adequado, aproximadamente um em cada cinco casos dos tipos de câncer mais comuns poderiam ser evitados. Ou seja, para cada 100 pessoas com câncer, 22 casos poderiam ser prevenidos.

Confira no menu à esquerda as recomendações sobre alimentação e prevenção de câncer. Após o tratamento, pessoas que tiveram diagnóstico de câncer, incluindo àquelas livre da doença, também devem seguir essas recomendações. Cuidar da alimentação, praticar atividade física e buscar manter o peso adequado é essencial para recuperar a saúde, prevenir o retorno da doença e o desenvolvimento de outro tipo de câncer. As informações são baseadas nos relatórios do Fundo Mundial para Pesquisa contra o Câncer (WCRF) e do Instituto Americano de Pesquisa em Câncer (AICR), entre outras pesquisas. Além disso, veja as dicas para uma alimentação saudável, os mitos e verdades e acesse as publicações, legislação e vídeos sobre o tema.

Confira também as recomendações referentes ao consumo de bebidas alcoólicas, peso corporal e atividade física.


*INCA.

O QUE É CÂNCER?

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo.
Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores (acúmulo de células cancerosas) ou neoplasias malignas. Por outro lado, um tumor benigno significa simplesmente uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original, raramente constituindo um risco de vida.
Os diferentes tipos de câncer correspondem aos vários tipos de células do corpo. Por exemplo, existem diversos tipos de câncer de pele porque a pele é formada de mais de um tipo de célula. Se o câncer tem início em tecidos epiteliais como pele ou mucosas ele é denominado carcinoma. Se começa em tecidos conjuntivos como osso, músculo ou cartilagem é chamado de sarcoma.
Outras características que diferenciam os diversos tipos de câncer entre si são a velocidade de multiplicação das células e a capacidade de invadir tecidos e órgãos vizinhos ou distantes (metástases). 


O que causa o câncer?
As causas de câncer são variadas, podendo ser externas ou internas ao organismo, estando ambas inter-relacionadas. As causas externas relacionam-se ao meio ambiente e aos hábitos ou costumes próprios de um ambiente social e cultural. As causas internas são, na maioria das vezes, geneticamente pré-determinadas, estão ligadas à capacidade do organismo de se defender das agressões externas. Esses fatores causais podem interagir de várias formas, aumentando a probabilidade de transformações malignas nas células normais.
De todos os casos, 80% a 90% dos cânceres estão associados a fatores ambientais. Alguns deles são bem conhecidos: o cigarro pode causar câncer de pulmão, a exposição excessiva ao sol pode causar câncer de pele, e alguns vírus podem causar leucemia. Outros estão em estudo, como alguns componentes dos alimentos que ingerimos, e muitos são ainda completamente desconhecidos.
O envelhecimento traz mudanças nas células que aumentam a sua suscetibilidade à transformação maligna. Isso, somado ao fato de as células das pessoas idosas terem sido expostas por mais tempo aos diferentes fatores de risco para câncer, explica em parte o porquê de o câncer ser mais freqüente nesses indivíduos.Os fatores de risco ambientais de câncer são denominados cancerígenos ou carcinógenos. Esses fatores atuam alterando a estrutura genética (DNA) das células.
O surgimento do câncer depende da intensidade e duração da exposição das células aos agentes causadores de câncer. Por exemplo, o risco de uma pessoa desenvolver câncer de pulmão é diretamente proporcional ao número de cigarros fumados por dia e ao número de anos que ela vem fumando.  


Fatores de risco de natureza ambiental
Os fatores de risco de câncer podem ser encontrados no meio ambiente ou podem ser herdados. A maioria dos casos de câncer (80%) está relacionada ao meio ambiente, no qual encontramos um grande número de fatores de risco. Entende-se por ambiente o meio em geral (água, terra e ar), o ambiente ocupacional (indústrias químicas e afins) o ambiente de consumo (alimentos, medicamentos) o ambiente social e cultural (estilo e hábitos de vida).
As mudanças provocadas no meio ambiente pelo próprio homem, os 'hábitos' e o 'estilo de vida' adotados pelas pessoas, podem determinar diferentes tipos de câncer.

Tabagismo Hábitos Alimentares
Alcoolismo
Hábitos Sexuais
Medicamentos
Fatores Ocupacionais
Radiação solar

Hereditariedade
São raros os casos de cânceres que se devem exclusivamente a fatores hereditários, familiares e étnicos, apesar de o fator genético exercer um importante papel na oncogênese. Um exemplo são os indivíduos portadores de retinoblastoma que, em 10% dos casos, apresentam história familiar deste tumor.
Alguns tipos de câncer de mama, estômago e intestino parecem ter um forte componente familiar, embora não se possa afastar a hipótese de exposição dos membros da família a uma causa comum. Determinados grupos étnicos parecem estar protegidos de certos tipos de câncer: a leucemia linfocítica é rara em orientais, e o sarcoma de Ewing é muito raro em negros.

Dicas para a redução dos fatores de risco
 

Como surge o câncer?
As células que constituem os animais são formadas por três partes: a membrana celular, que é a parte mais externa; o citoplasma (o corpo da célula); e o núcleo, que contêm os cromossomas, que, por sua vez, são compostos de genes. Os genes são arquivos que guardam e fornecem instruções para a organização das estruturas, formas e atividades das células no organismo. Toda a informação genética encontra-se inscrita nos genes, numa "memória química" - o ácido desoxirribonucleico (DNA). É através do DNA que os cromossomas passam as informações para o funcionamento da célula.
Uma célula normal pode sofrer alterações no DNA dos genes. É o que chamamos mutação genética. As células cujo material genético foi alterado passam a receber instruções erradas para as suas atividades. As alterações podem ocorrer em genes especiais, denominados protooncogenes, que a princípio são inativos em células normais. Quando ativados, os protooncogenes transformam-se em oncogenes, responsáveis pela malignização (cancerização) das células normais. Essas células diferentes são denominadas cancerosas.

Como se comportam as células cancerosas

Como é o processo de carcinogênese

Como o organismo se defende

sábado, 15 de setembro de 2018

CONVITE MISSA DE 4 ANOS DE SAUDADES!!!

Todos estão convidados para assistirem à missa de 4 anos de saudades da estudante Brena Sonária, que será celebrada hoje, às 19 horas na residência de seus pais, na rua Sabiá, nº 52, Bacurau I, Apodi-RN!
Desde já, a família agradece a todos, pelo ato de fé e piedade cristã!!

Problema sério! Casos de câncer devem crescer 80% até 2040 no Brasil

O mês de setembro está sendo marcado por diversas cores, em alerta as que referem-se as campanhas contra os tipos de câncer. O principal problema, é que a doença já indica números alarmantes em relação a sua incidência.
Prova disso, são os dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde que indicam que o Brasil terá 559 mil novos casos de câncer somente em 2018 e cita que a doença deve crescer quase 80% até 2040.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

CONSELHEIROS DE APODI PARTICIPAM DE PLENÁRIA DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE SAÚDE EM MOSSORÓ-RN

Membros do Conselho Municipal de Saúde de Apodi, participando da Plenária dos Conselhos Municipais de Saúde da II Região de Saúde, na cidade de Mossoró-RN. 
Parabéns aos organizadores. Foi bastante produtivo. Que venham mais encontros!
De Apodi, a enfermeira Nêmora Martins e outros membros do Conselho Municipal de Saúde participaram da Plenária e estão dispostos a irem outros encontros que acontecerem pela frente.

Homenagem ao Padre DárioTórboli 88 anos de vida- sendo em nosso meio sinônimo de Fé

No alto dos seus 88 anos Padre Dário, colhe com largueza o que semeou, em abundancia 2Cor 9,4-4. A vida de Padre Dário estar configurada neste versículo, pois ele é uma pessoa que sempre plantou boa sementes: vindo de uma família de Agricultores de um pais longínquo Padre Dário, faz da sua vida um sacerdócio perene, nele estar impregnado a missão o serviço e o zelo apostólico; um mensageiro, um arqueiro, um missionário de Deus.
A Maré sempre volta, sim, a maré sempre volta mais, a idade é algo que não volta, mais deixa arquivada os pormenores, as lembranças, as recordações, e como diz o salmista: Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão. Sl 103,5. Assim Padre Dário herdeiro dessa promessa de Deus, é sempre jovem. E embora, a mente falhe em alguns momentos, mas como a maré torna a voltar e ele faz uma retrospectiva da sua vida, das lutas, das batalhas, da vontade de ver seu povo sempre feliz, sempre envolvido de um poder sobrenatural, de podo que uma vez, ou outra sai de sua boca palavras de incentivo para os jovens e adolescentes, pois padre Dario sempre foi:
Um conciliador dos tempos, dos momentos e das ocasiões;
Um acobertador do bom, do belo e do bonito;
Um promotor das mais altas ações, vinculando sempre sua vida a algo bem maior, algo supremo, algo determinante, algo que transcende, chegando muitas vezes a ser confundido com líder não só religioso, mais social, alguém capaz de intervir, de opinar, de remediar, de anunciar e denunciar;
Padre Dário fez do seu dia dia um peregrinar e para bem concluir essa fala fica essa poesia dos Nonatos em cuja letra Padre Dário estar contemplado:
Interlocutor das obras de Deus ministro da fé chancele do bem exemplo de vida carisma de santo tradutor da língua das noções do além
Vestido de amor despido de orgulho sem apego a luxo e bens materiais tem um sol nos olhos símel nas palavras e um hotel na alma de hospedar a paz
Médio sensitivo cândido até no nome carteiro escolhido por Emanuel não salvou o mundo mas a sua parte evangelizando cumpriu seu papel.
Subtraiu fome somou esperança. Multiplicou sonhos e dividiu carinhos viveu mais pro outros do que pra si mesmo. Serviu como rota de muitos caminhos
Pessoa tão simples mensagem tão pura. Espírito tão nobre coração tão rico. Seria injustiça com quem foi tão justo. Não fazer justiça com tributo este tributo.

Aniversário Natalício de Padre Dário
Portalegre – 10 de setembro 2018.

Vacinação: campanha contra pólio e sarampo terminou hoje

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo terminou hoje (14) em todo o país. De acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, cerca de 800 mil crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças. Todas as crianças de 1 ano a menores de 5 anos devem se vacinar independentemente da situação vacinal.

Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura vacinal está acima da meta, com 96,95% para sarampo e 95,44% para poliomielite. A maior preocupação do Ministério da Saúde é com a faixa de 1 ano de idade, cuja cobertura ainda está em 85,45%. No total, mais de 10 milhões de crianças foram vacinadas com mais de 22 milhões de doses. A média nacional de cobertura de vacinação em sarampo está em 94,7% e em poliomielite, 93,6%.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

BLOG DO GASPEC CHEGA A 261 MIL VISUALIZAÇÕES E O FACEBOOK 5 MIL AMIGOS!

O GASPEC tem se tornado uma entidade de bastante credibilidade em nossa cidade. Diariamente, as informações são acompanhadas por nossos leitores, que declaram apoio à entidade e demonstram um carinho todo especial ao grupo.
Atualmente, o Blog: https://gaspecapodi.blogspot.com conta com 261 visualizações e a página do facebook está com 5 mil amigos.
Tudo isso, é motivo de muita satisfação para os que fazem essa importante instituição, que se sente bastante prestigiada pela sociedade apodiense. A todos, muito obrigado!!!