sábado, 4 de fevereiro de 2012

Sobreviventes celebram Dia Mundial de Luta contra o Câncer



Simon James, Grã-Bretanha: "Em 2006, fui diagnosticado com câncer de intestino e passei por uma série de operações seguidas por radioterapia. Na foto, estou segurando minha tomografia três anos após o tratamento. Seis anos se passaram desde o diagnóstico e eu ainda estou livre do câncer"
Foto: Arquivo Pessoal/BBC Brasil.

Dia 4 de fevereiro é o Dia Mundial de Luta contra o Câncer e leitores de todo o mundo enviaram ao Serviço Mundial da BBC suas fotografias e histórias. Muitos deles passaram por tratamentos difíceis e dolorosos e finalmente ouviram a notícia que esperavam. Eles estão livres da doença.

"Em 2006, fui diagnosticado com câncer de intestino e passei por uma série de operações seguidas por radioterapia. Seis anos se passaram desde o diagnóstico e eu ainda estou livre do câncer!", diz Simon James, da Grã-Bretanha.

Alguns dos sobreviventes de câncer decidiram usar suas experiências para ajudar outros em situações similares. Zanda, da Letônia, passou por diversas cirurgias para reduzir a chance de que seu câncer de mama reapareça e hoje faz parte do projeto "Árvore da Vida", criado para ajudar pacientes de câncer.

Na Arábia Saudita, Zain também participa de um grupo, chamado "A Esperança". que visita pessoas que enfrentam a doença, especialmente aqueles que acabaram de receber o diagnóstico. O acompanhamento dos pacientes continua mesmo após a cura, já que relações muito fortes são criadas entre os pacientes.

No país, algumas pessoas acreditam que o câncer é contagioso e por isso preferem se afastar de quem tem a doença.

Darlene Graczyk, dos Estados Unidos, teve dois tipos de câncer de mama. Após uma dupla mastectomia, quimioterapia e radiação, ela foi classificada como livre de câncer. "Ela é tão forte e positiva. Nós te amamos!", disse seu sobrinho Matt Edwards, que enviou a foto para a BBC.

Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário