segunda-feira, 1 de abril de 2013

Novo tratamento genético contra o câncer é ativado por comprimidos

Um tratamento novo e diferente contra o câncer usa terapia genética para induzir uma resposta imunológica de combate cuja intensidade pode ser controlada com comprimidos. A combinação pode ajudar a adequar o tratamento à resposta individual de cada paciente.

O tratamento usa células do próprio paciente, ou células cancerígenas, para produzir cópias extras de uma molécula natural, que é como um hormônio, chamada interleucina 12 (IL-12), que regula as respostas imunológicas antitumorais. A Ziopharm Oncology anunciou semana passada um estudo clínico para o tratamento de pacientes com câncer de mama. A empresa já está testando a substância em pacientes com melanoma.

Muitos pesquisadores exploraram os métodos que aumentam a resposta natural usada pelo organismo para detectar e atacar células cancerígenas. O controle dessas células destruidoras do sistema imunológico às vezes pode ser um desafio para os pesquisadores. Nos anos 90, pacientes com câncer receberam a IL-12 em um estudo clínico e morreram por causa de seus efeitos colaterais tóxicos.

*O Xerife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário