domingo, 26 de janeiro de 2014

FIQUE SABENDO: Incidência de câncer de pele em Mossoró gira em torno de 60%

Um grande número de pessoas compareceu na manhã deste sábado, 25, ao Centro de Oncologia, localizado na Praça dos Hospitais devido ao Mutirão para o diagnóstico precoce do câncer de pele. Diversos médicos que atendem no Centro Clínico Vingt-Un Rosado, o PAM do Bom Jardim.

O foco do Mutirão é diagnosticar logo no início a doença, ou por ventura, casos já em estágio avançado que as pessoas não tiveram a possibilidade de marcar consulta e antecipar a medicação e os exames.

O otorrinolaringologista Diógenes Paiva explica o objetivo deste mutirão realizado no município. “Nós detectamos a maior porcentagem de cânceres na nossa especialidade, que é cirurgia de cabeça e pescoço, cerca de 50% ou 60% da nossa demanda é de câncer de pele. O objetivo é dar essa possibilidade para a população que para qualquer lesão suspeita o Mutirão diagnosticará”.

Diógenes Paiva esclarece que pela falta de informação e desconhecimento do problema de saúde reprimem a ida a o médico o que pode ocasionar sérias consequências ao longo da vida. “Depois que a gente começou a trabalhar, temos uma demanda reprimida muito grande. Pacientes dessa região que tinham câncer de pele e pela dificuldade de acesso eles já chegavam para agente com estágio avançado da doença”.

O otorrinolaringologista esclarece a incidência de câncer de pele na região é muito alta e dos cânceres de uma maneira geral, o tumor maligno mais comum é o de câncer de pele. Segundo Diógenes Paiva, felizmente são tumores que tem um comportamento bom, apesar de no Brasil, e na região Nordeste, esses tumores tem uma agressividade maior, devido a demora na procura pelo médico.


*De Fato/Gardênia Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário