terça-feira, 27 de agosto de 2013

Correlação inesperada entre autismo e câncer é identificada

 
A americana Lucy Dabinett com seu filho Tommy, de 9 anos, que tem autismo causado pelo gene PTEN: ligação com risco maior de câncer

Ao estudarem dois problemas de saúde aparentemente não relacionados - o autismo e o câncer -, pesquisadores convergiram para uma inesperada descoberta. Algumas pessoas com autismo têm genes tumorais que aparentemente causam o transtorno cerebral.

Dez por cento das crianças com mutações em um gene chamado PTEN, que causa câncer de mama , cólon, tireoide e outros órgãos, também têm autismo. Assim como aproximadamente metade das crianças com mutações genéticas que podem levar a alguns tipos de câncer no cérebro e no fígado e a grandes tumores em vários órgãos, incluindo o cérebro. Trata-se de um índice bem mais elevado do que a taxa de autismo na população em geral. "É estranho", diz Evan Eichler, professor de Ciência do Genoma da Universidade de Washington, sobre a convergência.

Fonte: http://saude.ig.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário